Editor Inspiring Future

Inspiras-te ou Inspiraste: Quando escrever tudo junto e quando uso -se/-te?

Categoria: Amplifica-te

 
Bem, ontem foi um dia engraçado, não? Luís Vaz de Camões não deve ter dado nenhuma volta no caixão, e se deu foi de felicidade, claro. Afinal de contas, tratamos tão bem a língua portuguesa! Uma das grandes dúvidas que muita malta tem, seja nova, velha, ou assim-assim, é entre usar expressões como Fala-se/Falasse ou Fizes-te/Fizeste.
 
Com os exemplos acima, partimos para duas questões: 
 
1. Fala-se e falasse são ambas palavras corretas em português. A primeira, com hífen, é no presente. Ex: "hoje em dia fala-se pouco de Língua Portuguesa." Já a segunda, falasse, é passado. E mais importante do que saber como se chama ou em que modo/tempo verbal está, é saber aplicar. "Se eu falasse mais sobre isto, podia ajudar mais pessoas a não escrever 'tasse'.
 
Este é um verbo mais complicado por uma razão em especial - dizemo-lo sempre mal: 'tar'. Então, para saber como escrever, começamos com o verbo bem escrito - Estar. O que se pretende dizer como 'tasse' é dar uma ideia de como estamos no presente. Então, segundo a regra é Está-se. Em calão: 'tá-se
 
2. Fizes-te não é uma palavra da Língua Portuguesa, ao passo que fizeste é a conjugação de fazer no passado. Já sabes: quando é passado é tudo junto. E como é que sabemos que "fizes-te" não existe? Bem, primeiro, larga um bocado as redes sociais e lê mais livros. Depois, vê se o corretor do teu pc/smartphone/tablet/gatinho não deu erro. 
 
Por último, o truque infalível que resulta sempre é colocar a frase na negativa, isto é, acrescentar um não antes do verbo. Caso faça sentido o 'se' aparecer antes do verbo em vez de a seguir, então é separado, logo, usas hífen. Se vês que não dá para partir a palavra, é porque é tudo junto.
 
Exemplo: "Hoje em dia fala-se pouco sobre Língua Portuguesa" // "Hoje em dia não se fala muito sobre a Língua Portuguesa". Faz sentido colocar o se antes do verbo; então, para afirmar, é separado. E se é separado, não podes dizer "Hoje em dia falasse pouco sobre a Língua Portuguesa", pois tudo junto é passado!
 
Exemplo: "Já leste o artigo da Inspiring Future?" // "Ainda não te lês o artigo da Inspiring?" A segunda não faz sentido, então é tudo junto. E é tudo junto porquê? Adivinhas-te: porque é passado. E se estás mesmo atento, sabes que adivinhas-te está mal escrito, e deve ser adivinhaste! Porque além de ser passado, tu não te advinhas, no máximo adivinhas qualquer coisa! 
 
Não é divertida a Língua Portuguesa? Não? Estudasses. Tudo junto. 


Também te pode interessar
Tens alguma dúvida?
Faz uma pergunta à Inspiring.