Engenheiras por um dia, a estratégia para as estudantes seguirem ciências

Luís Alves Vicente
Editor Inspiring Future
11 Outubro 2017
 
O Governo que aliciar as jovens estudantes a seguirem as profissões ligadas às engenharias e tem projeto-piloto para o fazer acontecer. A iniciativa passar por estar presente nas escolas e convencer raparigas que engenharias tecnológicas também são profissões para mulheres.
 
"Visa combater a segregação profissional, isto é, associarmos determinadas profissões ao género feminino ou ao género masculino”, explica Eduardo Cabrita ao Público. Nas causas do projeto reside o facto de nos últimos anos ter havido "uma retração, sobretudo na engenharia informática, na participação de estudantes raparigas. Nos últimos anos lectivos, temos tido uma presença feminina de 15% nas engenharias tecnológicas, isto é, tirando engenharias como a química, a biológica e a biomédica”.
 
A inciativa é uma parceria com o Instituto Superior Técnico e vai trazer às dez escolas e agrupamentos de diferentes zonas do país estudantes e professoras para falar sobre a sua área, nomeadamente a engenharia informática, acrescenta ainda o Púbico.
 
 
Depois da fase de teste com estas 10 escolas, o plano é que o programa possa ser alargado “quer a outras escolas, quer a outras profissões”: “a campanha depois será mais ampla, queremos lançar campanhas semelhantes sobre outras profissões em que igualmente há imagens de segregação”, refere o ministro.
 
Go, girl!

DEIXA UM COMENTÁRIO

Tens alguma dúvida?
Vamos ajudar-te a esclarecê-la!