Mãos à obra

Estudar nas férias de Natal: Sim, não... só um bocadinho?

Marta Moura
Redatora com Futuro
21 Dezembro 2017

As três! Porque não juntar a diversão ao estudo? Só precisas de organizar o teu tempo e criar um horário “mental”. Não podes passar as duas semanas de férias agarrado aos livros nem te esqueceres que eles existem.

Sendo estudante sabes que tens de estudar durante as “férias” – as supostas férias, no sentido de não fazer nada, terminam no momento em que tens a obrigação e responsabilidade de teres boas notas nos testes/ exames e uma boa média. Para os universitários a interrupção natalícia coincide com época de exames em Janeiro; para os alunos do secundário, é uma forma de pôr a matéria em ordem, caso contrário torna-se uma “bola de neve” e as notas não serão como esperas... acredita em quem já passou por isso, apenas estudava na véspera e agora arrepende-se.

É difícil conseguir equilibrar a vida de estudante com a vida social, claro que é, mas não é impossível. Com as dicas que te darei a seguir saberás como aproveitar os últimos dias do ano, ter um bom Natal em família e divertires-te na passagem de ano!

  1. Tens quatro dias de folga dos livros, é obrigatório! Durante o dia 24 e 25 de Dezembro deixas o estudo de lado. Aproveitas esses dias para estar com a família, preparar os doces da época e ver uns filmes de Natal. Esses momentos em família vão ajudar-te a relaxar, a não pensar nos exames ou nos trabalhos que tens de fazer. O mesmo acontece de 31 de Dezembro a 1 de Janeiro: pensa apenas em te divertires, em aproveitar o momento, mas com moderação, nada de excessos!

  2. Tentar acordar sempre à mesma hora. Eu sei que estão de férias e tudo o que não querem é acordar cedo. Mas, não precisam de acordar às sete da manhã! Acordem às nove horas, por exemplo. De manhã é quando estamos mais despertos para estudar por isso, acordar “cedo” é uma boa forma de rentabilizar o dia e o estudo. E o café ajuda, verdade seja dita.

  3. Organiza as disciplinas que vais estudar, pelo grau de dificuldade que são para ti. Assim, planeias o teu método de estudo. De manhã estudas duas disciplinas, de tarde mais duas e à noite apenas uma, por exemplo. A forma como organizas o teu estudo fica ao teu critério, cada um tem o seu método. Se optares por apenas estudar de noite, então recomendo-te que descanses durante o dia.

  4. Faz pausas regulares, não estudes mais que 3 horas seguidas (conselho de amiga). É fundamental que faças uma pausa de duas em duas horas. Se fizeres um estudo continuo, não estás a aprender, apenas estás a ler a matéria: estás, basicamente, a perder tempo. O teu cérebro precisa de parar, de repor energias. E tu também! Nessas pausas, aproveita para fazeres o que gostas, sair com amigos, ir fazer uma compra de última hora, uma corrida. Qualquer coisa que te abstraia do estudo para que este seja produtivo.

  5. O segredo está no tempo! Infelizmente só aprendi isso muito tarde, quase no fim da faculdade. Não stresses com a quantidade de páginas que tens de ler, com as disciplinas que tens de estudar. Há sempre tempo para tudo, desde que te organizes. A gestão do tempo depende de ti e só de ti, tens de o saber gerir e priorizar as coisas.

Se seguires essas dicas, com certeza que os exames, os testes, os trabalhos, qualquer coisa te correrá bem. Tens de ser tu próprio a criar o teu ritmo e método de estudo. Ao início será difícil, mas habituas-te, crias hábitos que te serão muito úteis ao longo da tua vida de estudante (e não só).

Equilibrando as duas coisas, o estudo e a diversão, estás a rentabilizar ambas sem te aperceberes. Tens é de ser responsável e de saber gerir bem o teu tempo!

No final do ano, verás como todo este esforço foi recompensado. Verás como aquilo que “abdicaste” semeou frutos. Para bons resultados às vezes é preciso fazer sacrifícios. Pensem: é para um bem maior.

Bom Natal, pessoal!


DEIXA UM COMENTÁRIO