Notas dos últimos colocados subiram quase 5 valores em alguns cursos

Inspiring Future
29 setembro 2020

Se andaste a investigar as notas dos últimos colocados deste ano já te deves ter apercebido que houve algumas diferenças… decidimos ir fazer algumas comparações para te poder dizer quais os cursos que mais subiram ou desceram nas colocações da 1ª fase.

 

Antes de chegarmos aos cursos, podes ver a comparação global entre a 1ª fase de 2019 e de 2020 em termos de colocações dos vários concursos/regimes e nos vários subsistemas do Ensino Superior.

Concurso Nacional de Acesso - 1.ª fase: 2019 vs 2020

2019

2020

Variação

Candidatos

51463

62930

22%

Colocados

44500

50964

15%

Colocados em 1.º opção

23625

25737

9%

Colocados em áreas de formação de competências digitais

6486

7344

13%

Colocados no subsistema universitário

27280

30671

12%

Colocados no subsistema politécnico

17220

20293

18%

Colocados pelo contingente especial de estudantes com deficiência

224

312

39%

Colocados em regiões de menor pressão demográfica

10286

12314

20%

Colocados em regiões de Lisboa e Porto

20884

23916

15%

Colocados nas demais regiões

13330

14734

11%

Vagas sobrantes da 1.ª fase

6734

6050

-10%

Candidatos em 1.ª opção em IES localizadas em regiões de menor pressão demográfica

7819

10020

28%

Candidatos em 1.ª opção em IES localizadas em regiões de Lisboa e Porto

28653

35587

24%

Candidatos em 1.º opção em IES das demais regiões

14449

16954

17%

 

Por outro lado, no quadro abaixo, podes ainda ver a comparação entre 2019 e 2020 no que diz respeito às colocações por preferência de cada aluno. Mais de metade em ambos os anos fica colocado na sua 1ª opção!

Opção

2019

2020

Colocados

%Total

Colocados

%Total

23625

53%

25737

51%

9754

22%

10547

21%

5361

12%

6394

13%

2939

7%

3963

8%

1768

4%

2660

5%

1053

2%

1663

3%

 

Também fomos analisar as alterações que aconteceram nos cursos – as maiores subidas e descidas de notas, os cursos com nota de último colocado mais alta - e os cursos onde sobraram mais vagas. Compilamos o top 5 de cada um:

Maiores subidas da Nota do Último colocado:

·         Engenharia Alimentar (Viseu) – subida de 4,88 valores;

·         Arquitectura, área de especializ. em Interiores e Reabilitação do Edificado (Lisboa) – subida de 4,87 valores;

·         Engenharia de Automação, Controlo e Instrumentação (Setúbal) – subida de 4,77 valores;

·         Arquitetura (Lisboa) – subida de 4,65 valores;

·         Imagem Médica e Radioterapia (Castelo Branco) – subida de 4,2 valores.

 

Maiores descidas de Nota de Último Colocado:

·         Agronomia (Algarve) – descida de 2,25 valores;

·         Agronomia (regime pós-laboral) (Santarém) – descida de 2,66 valores;

·         Design de Ambientes (Viana do Castelo) – descida de 2,68 valores;

·         Educação Básica (Viseu) – descida de 2,71 valores;

·         Economia (Açores) – descida de 2,95 valores.

 

Notas mais altas de Último Colocado:

·         Engenharia e Gestão Industrial (Porto) – 191,3 – subida 0,48 valores;

·         Engenharia Física Tecnológica (Lisboa) – 191,3 – subida 0,25 valores;

·         Engenharia Aeroespacial (Lisboa) – 191,3 – subida 0,18 valores;

·         Bioengenharia (Porto) – 191,0 – subida 0,45 valores;

·         Medicina (Porto) – 189,8 – subida 0,48 valores.

 

Cursos onde sobraram mais vagas:

·         Engenharia Informática (Guarda) – 69;

·         Engenharia de Energias Renováveis (Bragança) – 66;

·         Engenharia Eletrotécnica (Lisboa) – 66;

·         Engenharia Informática (Beja) – 53;

·         Engenharia Mecânica (Bragança) – 53.

 

Outros dados que podes ter interesse:

·         A nível nacional, a subida foi de 0,78 valores;

·         Houve cerca de 893 vagas adicionais – para resolver situações de empate, candidatos sem classificação final ou vagas autónomas (288);

·         Apenas 369 candidaturas foram excluídas;

·         Cerca de 3.692 opções foram consideradas inválidas para a 1ª fase de candidaturas;

·         Podes ver as diferenças das subidas de cada curso consultando a análise que fizemos às notas dos últimos colocados de 2019 e 2020.